Corrida e Caminhada/Volta da Pampulha - ( - Atualizado )

Quenianos são favoritos na disputa da Volta da Pampulha

Belo Horizonte (MG)

Fazendo a dobradinha da Volta da Pampulha desde 2008, o Quênia conta com os principais favoritos para a disputa da tradicional prova mineira, disputada neste domingo. Entre os 14 mil competidores, Joseph Aperumoi e Nancy Kipron são os principais nomes do país nas disputas das provas masculina e feminina.

Apesar de nunca ter vencido entre os homens, Aperumoi garantiu neste ano os títulos da Meia Maratona de São Paulo, e das provas de Vitória (ES) e Recife (PE). Além dele, Stanley Koech, vencedor dos 25 km de Aracaju, da Corrida das Pontes, em Recife, e da Corrida de Tiradentes, em Maringá, também desponta como um dos favoritos.

Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação
Quenianos dominam a Volta da Pampulha desde 2008: Brasil não faz a dobradinha da prova há seis anos
No feminino, a tricampeão Nancy Kipron tenta retornar ao topo do pódio após o título de 2011 – antes disso, já havia vencido a Volta da Pampulha em 2007 e 2008. Neste ano, porém, a queniana foi a terceira colocada na Maratona Internacional de São Paulo e ficou com o segundo lugar na Corrida Eu Atleta/10 km, no Rio de Janeiro.

No histórico da competição, o Quênia leva vantagem de títulos sobre o Brasil. No masculino, os africanos tem oito títulos contra cinco dos representantes nacionais, enquanto no feminino as brasileiras venceram sete vezes contra seis das atletas estrangeiras.

A última vez que o Quênia não fez a dobradinha da Volta da Pampulha foi em 2007, quando Franck Caldeira foi bicampeão no masculino. A última dobradinha brasileira aconteceu um ano antes, no primeiro triunfo de Caldeira, quando Lucélia Peres conquistou o tricampeonato da prova feminina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade