Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

ABC vai recorrer de punição de atletas após confusão em clássico

Natal (RN)

Na última sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu jogadores de ABC e América-RN devido à confusão generalizada que causou o fim da partida entre as equipes no dia 24 de novembro, pela 38ª rodada da Série B. No entanto, o clube alvirrubro foi absolvido das acusações de forçar o fim da partida e a diretoria do ABC vai recorrer desta decisão.

Em nota oficial, o ABC demonstrou seu descontentamento com a decisão e citou o regulamento da Série B do Campeonato Brasileiro como suporte às suas alegações de que a equipe adversária teria imposto o fim da partida propositadamente ao ter cinco jogadores expulsos.
Confira a nota na íntegra:

Em referência ao julgamento do Processo Nº 154/2012 – Jogo: ABC FC (RN) x América FC (RN), categoria profissional, realizado em 24 de novembro de 2012, pelo Campeonato Brasileiro – Série B, ocorrido hoje, a diretoria do ABC Futebol Clube vem a público comunicar que irá tomar todas as providências cabíveis junto à Justiça Esportiva, ATRAVÉS DO SEU DEPARTAMENTO JURÍDICO, no tocante à decisão sobre o resultado da referida partida.

O ABC FUTEBOL CLUBE acredita que o direito desportivo foi ferido gravemente, vez que o Artigo 59 em seu parágrafo 3º do Regulamento Geral da Série B É LITERAL E ESTABELECE que “após o início da partida, se uma das equipes ficar reduzida a menos de sete atletas, dando causa a essa situação, tal equipe perderá os pontos em disputa”.

Mesmo considerando que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva esteve empenhado em buscar a melhor solução para o problema, o Clube entende que a Justiça não pode abonar atitudes que afrontam os mais nobres princípios do desporto, notadamente no futebol, sob o manto de interesses menores.

A diretoria do ABC FUTEBOL CLUBE reafirma sua convicção do ótimo lastro normativo que lhe socorre e a determinação de tomar as devidas providências para que o direito e a justiça retornem ao palco das grandes decisões.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade