Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

África do Sul é acusada de manipular jogos antes do Mundial de 2010

Cidade do Cabo (África do Sul)

Anfitriã da Copa do Mundo de 2010, a África do Sul terá de responder por uma possível manipulação nos resultados de amistosos preparatórios para o torneio realizado em seus domínios. Os ‘Bafana-Bafana’ passaram a ser investigados pela Federação Sul-africana de Futebol (Safa), nesta segunda-feira, e já tiveram o episódio classificado como uma “manipulação irrefutável”.

A África do Sul tem quatro jogos investigados pela entidade: vitória por 5 a 0 sobre a Guatemala, vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia, vitória por 4 a 0 sobre a Tailândia e empate por 1 a 1 com a Bulgária. Segundo a Safa, o principal responsável pelas ilegalidades nas partidas é o empresário Wilson Raj Perumal, que é natural de Cingapura e já foi condenado por uma fraude semelhante na Finlândia, em 2011.

As suspeitas que envolvem o empresário recaem sobre a suposta existência de empresas fantasmas utilizadas para ajudar no desenvolvimento do futebol sul-africano. A entrada da Football 4U no país possibilitou uma aproximação com os demais dirigentes e tinha relação direta com a escolha dos árbitros destes amistosos. É justamente esta ligação entre Perumal e os erros de arbitragem nas partidas que deixou a Fifa e a Safa desconfiadas.

AFP
Os amistosos sul-africanos contra Guatemala, Colômbia, Tailândia e Bulgará são investigados por manipulação
À época, a África do Sul era comandada por Carlos Alberto Parreira, atual coordenador técnico da Seleção Brasileira. Agências de notícias já informaram o afastamento de cinco dirigentes da entidade e confirmaram que as investigações envolvem nomes reconhecidos no futebol mundial. Na Copa do Mundo, os ‘Bafana-Bafana’ conquistaram o carinho dos torcedores de diversas nacionalidades, mas não passaram da primeira fase.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade