Futebol/Bastidores - ( )

Ana Paula Oliveira pode voltar à arbitragem ao menos como instrutora

Edoardo Ghirotto* e William Correia São Paulo (SP)

Afastada da arbitragem, Ana Paula Oliveira pode retomar sua carreira no campo. Embora dê prioridade à função de comentarista esportivo na TV Alterosa, de Belo Horizonte (MG), a assistente revela a chance de apitar partidas ou, ao menos, se tornar instrutora.

“Existe uma possibilidade de retorno ao futebol, provavelmente como instrutora. Quem sabe, como árbitra”, disse Ana Paula Oliveira à Gazeta Esportiva.net, sem dar detalhes sobre qual federação a abrigaria em qualquer um dos cargos.

Quem é mais ligado à assistente, que virou modelo e até posou nua, é a Federação Paulista de Futebol (FPF), mais especificamente o presidente da entidade – e vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (FPF) –, Marco Polo Del Nero.

A função de instrutora na FPF era exercida por outra ex-árbitra, Silvia Regina, que foi afastada no início deste ano. Mesmo assim, é sempre citada por Ana Paula como importante na arbitragem feminina. “Eu, a Silvia e outras abrimos um caminho que está em construção. E temos talentos como a Maria Eliza Barbosa e a Tatiane (Sacilotti dos Santos Camargo). Espero que tenham o sucesso que eu e a Silvia tivemos.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
Ana Paula tem atuado como árbitra só em jogos festivas, como a despedida de Marcos na semana passada
Após ter participado como assistente de final de Campeonato Paulista e jogos decisivos de Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores e até das Olimpíadas de 2004, em Atenas, chegando a fazer parte do quadro da Fifa, Ana Paula ficou marcada por atuações polêmicas em empate entre Palmeiras e Corinthians no Paulista de 2006 e na eliminação do Botafogo diante do Figueirense nas semifinais da Copa do Brasil de 2007.

O que a deixou ainda mais afastada dos campos foi aceitar convite para posar nua na revista Playboy em 2007 e, com a agenda lotada como modelo, passou a ter problemas para passar nos testes de arbitragem. Tem trabalhado na arbitragem atualmente só em jogos festivos, como na despedida de Marcos, na semana passada.

Diante das dificuldades para voltar a apitar, Ana Paula, hoje com 34 anos, quer se dedicar à carreira de comentarista. “Eu me formei como jornalista em 2009 e estou concluindo pós-graduação como aluna especial da Unicamp. Continuo como comentarista e pretendo seguir carreira. Quero focar na vida acadêmica e me tonar uma grande comentarista”, falou.

*especial para a GE.net

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade