Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Cássio admite surpresa com Bola de Ouro, mas não descarta saída

São Paulo (SP)

As boas defesas de Cássio durante a vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea, no último domingo, garantiram não só o bicampeonato mundial ao Corinthians, mas também a Bola de Ouro, prêmio de melhor jogador da competição, ao próprio goleiro. Algo que, segundo ele mesmo, o pegou de surpresa.

“Eu não imaginava, nem pensava nisso [em conquistar a Bola de Ouro]. Foi um feito extraordinário, com a colaboração de um baita time. Mas foi uma surpresa, não esperava. Essas defesas ficarão marcadas para sempre. Ainda tenho minha carreira pela frente, mas vai ser difícil repetir o que eu fiz”, admitiu Cássio nesta quarta à TV Bandeirantes.

Atuação tão consistente deu início a rumores de que o goleiro já teria despertado o interesse de equipes europeias, como o próprio Chelsea e o Paris Saint-Germain. Embora tenha evitado confirmar a existência de quaiquer propostas ou sondagens, Cássio admitiu que poderia deixar o Parque São Jorge, caso fossem oferecidas a ele boas condições financeiras e de trabalho.

“Isso eu deixo para o meu empresário. Tenho a cabeça focada aqui. É difícil falar que não vou sair, mas minha cabeça está concentrada. Tenho um longo caminho pela frente”, garantiu.

Por fim, o goleiro endossou dois elogios já recorrentes no mundo corintiano, exaltando a atuação do técnico Tite e da torcida alvinegra ao longo do ano.

“Teve uma festa muito bonita aqui na nossa chegada do Japão, a torcida compareceu. Mas o ano todo foi uma festa. Todo mundo apoiando, indo no estádio. (...) Nosso time manteve a base. Continuamos com o Tite. A importância dele é total, é uma pessoa fundamental, que faz um grande trabalho. Disso ninguém tem dúvida. Todo mundo faz o que ele pede, é um comandante de respeito muito grande, por parte de todo o elenco”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade