Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Clubes alemães querem denunciar PSG por burlar Fair play financeiro

Munique (Alemanha)

Com objetivo de evitar gastos desmedidos em contratações e até mesmo a falência de alguns clubes, a Uefa implantou o chamado Fair play financeiro em 2009, mas apenas nesta temporada ‘fechou o cerco’ em relação à medida, tanto que o Málaga, da Espanha, ficará um ano sem participar de competições europeias caso não regularize sua situação. Atentos aos altos investimentos do Paris Saint-Germain, alguns clubes da Alemanha observam e já planejam denunciar o ‘novo rico’ do futebol europeu.

Segundo o jornal Bild, que procurou representantes do Bayern de Munique e do Borussia Dortmund, os clubes alemães estão preocupados com os valores investidos pela empresa Qatari Sports Investiment, da qual o xeque Tamin Bin Hamad Al Thani possui 70% das ações. O PSG já chegou a gastar 137 milhões de euros em contratações como as de Ibrahimovic e Thiago Silva. Para se adequar ao Fair play, o clube precisa arrecadar pouco mais de 90 milhões de euros, valor improvável segundo os presidentes de clubes da Bundesliga.

"Estou vendo isso com um grande interesse, mas também com preocupação, não faço segredo. Confio, no entanto, que a Uefa vá apurar”, disse Karl-Heinz Hummenigge, dirigente do Bayern de Munique. O Fair play financeiro terá os balanços dos clubes apurados apenas ao final da temporada 2012-2013, quando problemas semelhantes aos do Málaga serão diagnosticados e punidos pela entidade.

Além da denúncia que intitulou como “alarme na Europa”, o jornal alemão cita que Michel Platini, presidente da Uefa, é pai de Laurent Platini, diretor da Qatari Sports Investiment e da Qatar Tourism Authority, que fornecerá um patrocínio anual de 150 milhões de euros ao Paris Saint-Germain, uma maneira de supostamente fraudar o regulamento da entidade que rege o futebol europeu.

AFP
Ao lado de Thiago Silva e Pastore, Ibra foi um dos reforços que gerou dúvidas no cumprimento do Fair play financeiro

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade