Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

De saída para o Vasco, Soutto divulga carta de agradecimento ao Galo

Belo Horizonte (MG)

Envolvido em troca que garantiu ao Atlético-MG a contratação do atacante Alecsandre, o volante Fillipe Soutto defenderá o Vasco por empréstimo no ano que vem. Nesta sexta-feira, o jogador divulgou uma carta de despedida, agradecendo pelo apoio que teve no clube.

A próxima temporada será a primeira em que o meio-campista de 21 anos atuará sem a camisa do Galo: o jovem está no clube mineiro há 16 anos e agradeceu às oportunidades recebidas no time em que está desde os cinco anos de idade.

“Deixarei o time que me formou como atleta, que me deu condições de realizar um sonho e fazer o que mais gosto nessa vida, que é jogar futebol. Aprendi cedo a responsabilidade de vestir a essa camisa”, declarou o jogador.

Um dos destaques na conquista da Taça BH de Futebol Júnior em 2009, Soutto ganhou espaço no time titular em 2011, mas viu Pierre e Leandro Donizete se firmarem como dupla titular de volantes e perdeu espaço no meio-campo no vice-campeonato brasileiro de 2012. O jogador, porém, garantiu que sempre se esforçou ao máximo pelo clube.

“Saio do Atlético-MG, mesmo que temporariamente, com a sensação de ter dado 110% do que eu podia cada vez que entrei em campo com essa camisa”, afirmou o atleta, que também prometeu manter a dedicação no futuro: “Vestirei e honrarei a camisa do Vasco tanto quanto honrei a do Atlético e estou pronto para o que vem pela frente”.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
Promessa da base, Fillipe Soutto perdeu espaço no Atlético-MG e vai reforçar o Vasco em 2013
Confira a carta de Fillipe Soutto na íntegra:

Olá, Massa!

Como vocês já sabem, acertei a minha transferência por empréstimo de um ano para o Vasco da Gama. Após 16 anos de dedicação de corpo e alma ao Clube Atlético Mineiro, como torcedor e jogador, vou trocar de clube pela primeira vez na minha carreira. Deixarei o time que me formou como atleta, que me deu condições de realizar um sonho e fazer o que mais gosto nessa vida, que é jogar futebol. Aprendi cedo a responsabilidade de vestir a essa camisa e, desde os primeiros dias na escolinha de futsal do Labareda até hoje, foi uma longa jornada, da qual não guardo um pingo de arrependimento. Não mudaria uma só vírgula nessa história toda. Afinal de contas, ela se confunde com a trajetória da minha vida.

Saio do Atlético-MG, mesmo que temporariamente, com a sensação de ter dado 110% do que eu podia cada vez que entrei em campo com essa camisa. Nunca me esquecerei dos títulos na base, especialmente da Taça BH de 2009, quando fomos campeões de maneira heroica e uma nova geração de jogadores talentosos surgiu para o clube. Também ficará na memória o Campeonato Mineiro deste ano (minha primeira conquista como profissional) e a bela campanha no Brasileirão de 2012. Isso sem contar os momentos delicados, como a contusão que tive no ano passado, que me impediu de participar do Mundial Sub-20 e também de uma parte do Brasileiro. Apesar de terem sido dias difíceis, foram situações que fizeram com que eu crescesse como jogador e também como homem.

Gostaria de agradecer à Massa por todo o carinho que sempre demonstrou ter por mim durante todos esses anos e mesmo agora, na hora da minha saída. Saiba que esse sentimento é recíproco e fico triste por não ter tido a oportunidade de retribuir dentro de campo tanto quanto gostaria em 2012. Por isso, queria dizer que eu nunca esquecerei cada manifestação de apoio e nem as palavras de incentivo.

Além da torcida, preciso dizer o meu obrigado também ao presidente Kalil, pela transparência e honestidade com que sempre me tratou; ao Maluf e toda a diretoria; funcionários; comissão técnica; e jogadores. Deixo muitos amigos, pelos quais nunca deixarei de torcer.

Agora, uma nova fase na minha vida se inicia. Em um novo clube, uma nova cidade, uma nova caminhada. É um recomeço e um desafio que vou encarar com muita gana e muita vontade de vencer. Ainda sou jovem, tenho muita vontade de evoluir, de provar o meu valor, pois sei que tenho potencial. Vestirei e honrarei a camisa do Vasco tanto quanto honrei a do Atlético e estou pronto para o que vem pela frente.

Um forte abraço e um feliz 2013 a todos vocês!

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade