Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dinamite avisa: pode colocar 'capa de chuva' em estátua de Romário

Rio de Janeiro (RJ)

Em meio a amistoso beneficente disputado em São Januário neste domingo, Roberto Dinamite deu declarações em tom até de ameaça em relação a Romário. Recentemente atacado pelo ex-atacante por causa da saída do filho do hoje deputado federal, o presidente do Vasco alertou: pode colocar uma ‘capa de chuva’ para esconder a estatua do Baixinho no estádio.

“Eu iria colocar uma proteção por causa da chuva para tampar a estátua. De repente posso fazer isso nos próximos dias. Talvez isso seja feito”, avisou Dinamite, minimizando o monumento. “Ela não me incomoda em nada porque não fala, não anda”, comentou.

Muitos torcedores já pediram que a estátua seja derrubada, e o mandatário, desde o início da nova polêmica com Romário, passou a pensar na possibilidade de tirar de São Januário o monumento construído em 2007 a pedido do ex-presidente Eurico Miranda – rival de Dinamite – em homenagem ao milésimo gol da carreira do Baixinho.

“A estatua é simbólica, um símbolo de um grande jogador que recebeu a homenagem de um ex-presidente. A decisão de mantê-la ou não é do presidente. Vamos ver o que será decidido”, disse Dinamite, ofendido com as críticas de Romário. “As pessoas têm que medir o que falam. Ele tem o direito de externar uma opinião, mas a instituição não pode ser desrespeitada. O presidente do clube também.”

Dinamite acha que Romário está 'deslumbrado'

Revoltado, o presidente duvida até das dívidas cobradas pelo ex-camisa 11, que teriam surgido na administração de Eurico Miranda. “Existe uma confissão de dívida, mas que confissão é essa que não existe na contabilidade do clube?”, indagou. “Euller, Donizete, Edmundo e Mauro Galvão mostraram porque tinham ação contra o Vasco e paguei, mas o Romário não mostrou seu direito de receber nada”, completou.

A polêmica começou com a revolta de Romário pela saída de Romarinho, seu filho de 17 anos que deixou o Vasco para jogar no Brasiliense. Entre as acusações, o Baixinho sugeriu privilégios ao filho de Dinamite na base cruz-maltina. Rodrigo Dinamite, que tem 20 anos e pode não ter seu contrato renovado em fevereiro, respondeu via Twitter. “Onde quer que eu jogue, sempre vou respeitar demais este símbolo. São mais de 100 anos...”, escreveu.

Montagem sobre foto Divulgação
Romário atacou Dinamite pela saída de seu filho do Vasco, mas presidente diz que pedido partiu do deputado

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade