Futebol/Bastidores - ( )

Diretoria santista sofre baixa: integrante deixa comitê de gestão

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

A diretoria do Santos sofreu uma baixa nesta terça-feira. Eduardo Vassimon, membro do comitê de gestão do clube praiano, comunicou aos demais pares da cúpula santista o seu desligamento das funções relacionadas ao cargo. Alegando motivos pessoais, Vassimon deixou o comitê gestor, que ainda conta com Augusto Videira, Álvaro de Souza, Caio de Stefano, Luciano Moita, Pedro Luiz Nunes Conceição e José Berenguer, em caráter irrevogável.

Com a saída de um membro do comitê gestor, a direção do Peixe será obrigada a escolher um substituto para Eduardo Vassimon. A ideia da cúpula alvinegra é que esse tema seja discutido durante reunião nesta quarta-feira, com todos os integrantes da diretoria do Santos. Depois que a indicação for feita, o Conselho Deliberativo terá a tarefa de aprovar ou não o nome sugerido para ocupar o cargo.

Ex-presidente do Banco Itaú, Vassimon esteve diretamente ligado às negociações que culminaram na transferência do meia Paulo Henrique Ganso para o São Paulo. Porém, na reta final das tratativas, tanto Eduardo Vassimon quanto Álvaro de Souza, outro integrante do comitê gestor, se afastaram do assunto, por divergências com os demais pares da direção santista.

Além da renúncia de Vassimon, a diretoria do Peixe também irá ficar “desfalcada” nos próximos dias, com o afastamento do presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. Por recomendação médica, Laor vai trabalhar até a próxima sexta, antes de se ausentar durante dois meses do cargo. O vice Odílio Rodrigues será o seu substituto durante o período, apesar da promessa do mandatário de participar do dia-a-dia do time da Vila Belmiro, mesmo durante a licença médica.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade