Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Flamengo espera definir diretor executivo até segunda-feira

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Eleito presidente do Flamengo para os próximos três anos, Eduardo Bandeira de Melo terá muito trabalho pela frente. No entanto, uma de suas principais missões é definir o mais rapidamente possível a organização do departamento de futebol, que nos últimos meses de gestão de Patricia Amorim ficou concentrado nas mãos de Zinho. O ex-jogador, porém, vai perder cartas e não terá que se envolver em negociações, ficando com o papel de interface entre o elenco e a diretoria.

Flávio Godinho, empresário e executivo da área de mineração e exploração de petróleo, será o gestor do departamento de futebol, tendo a última palavra sempre em relação ao setor. Assim, as contratações passarão necessariamente pelo seu crivo, embora serão tocadas pelo diretor executivo, nome que Eduardo Bandeira de Melo espera anunciar até segunda-feira.

Felipe Ximenes, que exerce a função no Coritiba, é o preferido do atual presidente, mas sua contratação é considerada complicada, mesmo com a família dele já tendo comprado apartamento no Rio de Janeiro. Ex-jogadores como Fábio Luciano e Petkovic foram ventilados, mas descartados por terem pouca experiência no trato empresarial. A ideia é um perfil técnico e de negócios.

Assim, o nome de Eduardo Maluf, que está no Atlético-MG, também passa a ter força. Se Felipe Ximenes tem contrato em vigor com o Coritiba, o vínculo de Maluf com o Galo se encerra em 31 de dezembro, o que poderia abrir caminho para uma negociação. O dirigente, inclusive, vai se reunir esta semana com o presidente do clube mineiro, Alexandre Kalil.

Enquanto não definir o comando do futebol, Bandeira não deverá anunciar nenhuma contratação. As negociações que Zinho vinha tocando deverão ficar paralisadas por alguns dias, o que pode prejudicar o andamento das mesmas. Um dos nomes que estavam próximos era o do meia Renato Augusto, revelados nas categorias de base da Gávea e que está no futebol alemão.

O elenco do Flamengo volta aos trabalhos em 3 de janeiro, quando começa a pré-temporada, que será no Rio de Janeiro mesmo caso nada de novo seja anunciado nos próximos dias pela diretoria. A estreia na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, será no dia 19 de janeiro, às 17h(de Brasília), contra o Quissamã ou o Goytacaz. O rival depende do desfecho de uma disputa judicial que foi parar na sala do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (TJD-RJ).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade