Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Gilvan Tavares promete dificultar saída de Montillo do Cruzeiro

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, praticamente garantiu a permanência do argentino Montillo para a próxima temporada. O dirigente afirmou que para tirar o armador do time mineiro, os interessados terão que pagar o valor de 15 milhões de euros, o que inviabiliza a aquisição do jogador por um clube do Brasil. São Paulo, Grêmio e Santos tem interesse no atleta.

“Santos, São Paulo e Grêmio vieram, mas não fizeram proposta. Na prática, no ano passado, ele tinha um ano a menos e nenhum clube do futebol brasileiro ou estrangeiro teve 15 milhões de euros para levar. Agora se chegar, sou homem de palavra e não vou poder recusar o que já falei que aceitaria por ele. Mas, desses clubes que estão interessados pelo Montillo, nenhum chegou. Praticamente, todos clubes de ponta do futebol brasileiro nos procuraram, mas com propostas que estão longe daquilo que a gente pode admitir conversar”, declarou.

Para o técnico Marcelo Oliveira, a manutenção de Montillo é importante para que o Cruzeiro consiga montar uma equipe forte em 2013. “A manutenção do Montillo é imprescindível”, disse o treinador, que já ganhou os reforços de Diego Souza, Egídio e Uelliton para a próxima temporada.

Logo após o clássico contra o arquirrival Atlético-MG, Montillo afirmou que quer apenas curtir as férias, e que deixa qualquer assunto relacionado a transferências para que a diretoria do clube resolva: “Não falei com ninguém, são coisas que saem na imprensa, eu fiquei sabendo das especulações pela imprensa. Tenho contrato aqui e não sei de nada, nem falei com o presidente”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade