Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Marcelo Oliveira promete profissionalismo para honrar o Cruzeiro

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Marcelo Oliveira, anunciado nesta segunda-feira como treinador do Cruzeiro para 2013, espera fazer uma grande trabalho na Raposa. O novo comandante cruzeirense se diz honrado com a oportunidade de treinar uma grande equipe do futebol brasileiro, e afirma que chega disposto a trabalhar bastante.

“Posso fazer um grande trabalho aqui. Me estimula o fato de trabalhar em um grande clube. Quando sai de Minas, há quatro anos, sai para me preparar para trabalhar em grandes clubes. O Cruzeiro tem tradição, conquistas, estrutura, torcida numerosa e exigente também. Estou chegando com muita gana para trabalhar muito, junto à diretoria, comissão e jogadores”, declarou.

Marcelo Oliveira conseguiu levar o Coritiba à decisão da Copa do Brasil em 2011 e 2012, mas não repetiu o mesmo sucesso no Vasco. No time celeste, o técnico esperar armar uma equipe competitiva para buscar os resultados e os títulos que a torcida e diretoria querem. Marcelo Oliveira ainda elogiou bastante a estrutura do Cruzeiro, considerada por ele como uma das melhores do Brasil.

“A estrutura do Cruzeiro é uma das melhores do Brasil. Também conheço as pessoas. Toda a expectativa, esse horizonte que tenho a minha frente, me estimulam. Estou bastante feliz, honrado, orgulhoso e sabendo que vou ter que trabalhar muito. Não tem outro caminho se não os resultados”, disse.

Questionado sobre a desconfiança da torcida por ter passado boa parte da carreira no Atlético-MG, Marcelo Oliveira afirmou que não sentirá nenhum tipo de pressão, e que pensou que este tipo de situação já tinha sido superada pelo profissionalismo. O treinador ainda garantiu que vai vestir a camisa do Cruzeiro com muito orgulho e comprometimento.

“Achei que esse tipo de situação tinha sido superada pela ideia do profissional que saiu, que colocou o nome no mercado nacional, que tem o reconhecimento nacional pelo trabalho executado principalmente no Coritiba. Ficamos um ano e nove meses, foi um tempo quase recorde no Brasil, e não estou preocupado com isso. Sou um profissional sério, trabalho com correção, comprometimento, e vou vestir essa camisa com muita honra e orgulho”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade