Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Marcos Rocha dispara contra Luxa: "Achava que ia deitar em mim"

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O lateral-direito Marcos Rocha, eleito o melhor jogador da posição no Campeonato Brasileiro, aproveitou o vice-campeonato do Atlético-MG para desabafar contra o técnico Vanderlei Luxemburgo, que teria desmerecido o futebol do jogador. O lateral não conseguiu esconder a alegria pela boa campanha do Galo e lembrou que conseguiu chegar a Seleção Brasileira nesta temporada.

“Eu vim desacreditado. Passei por cima de muita coisa, de muita gente que não acreditava no meu potencial. Diziam que eu era jogador de time pequeno, que não era jogador para o Atlético-MG. Provei o meu valor e consegui chegar à Seleção Brasileira”, disse Marcos Rocha.

Bruno Cantini/CAM
Eleito melhor lateral direito do Brasileirão, Marcos Rocha não poupou críticas a Luxa
Depois de perguntas da imprensa, o lateral direito acabou revelando que as criticas foram feitas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, hoje no comando do Grêmio, no período que ele dirigia o Atlético-MG.

“Foi o Luxemburgo. Eu sei que ele chegou no Kalil e disse que eu não ia virar jogador porque eu não respeitava ninguém. Mas tem uma diferença entre não respeitar e acreditar no potencial. O problema é que ele achava que eu era um jogador da base e ia deitar em mim como ele fazia com os outros. Por isso ele não fez nada no Atlético-MG”, disse.

Marcos Rocha comemora o bom ano que teve individualmente e a campanha do Atlético-MG, principalmente atuando no Independência. “Tive um ano maravilhoso. Cheguei à Seleção. Provei que tenho condições de jogar em clube grande, dei a volta por cima e, agora, estou aqui. A gente sabia que se fizéssemos uma boa campanha dentro de casa os resultados apareciam e não foi diferente. E a gente conseguiu fazer essa bela campanha”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade