Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Na véspera do jogo de despedida, Marcos revela “apavoramento”

São Paulo (SP)

Restando menos de 24 horas para se despedir definitivamente dos gramados, o goleiro Marcos se mostrou assustado com toda a expectativa pelo jogo festivo marcado para a noite desta terça-feira. Assim como no lançamento da campanha publicitária do jogo do ‘adeus’, o santo palmeirense voltou a demonstrar humildade e medo com a homenagem.

Em entrevista ao programa Bem, Amigos, do canal de TV a cabo SporTV, o ídolo demonstrou sua preocupação com tanta festa em torno de sua despedida. “Agradeço por todas essas homenagens, mas dá um apavoramento, né”, brincou.

Sorridente, o ex-goleiro da Seleção Brasileira lembrou que jogadores de fama interncional se aposentaram recentemente e não receberam o mesmo tratamento. “Romário parou, Edmundo parou, Ronaldo parou e a minha despedida mesmo assim é a mais organizada. Há um monte de semanas o pessoal está se preparando. Até cansei de me ver na televisão”, afirmou.

Depois que a partida entre o Palmeiras de 1999 e a Seleção Brasileira de 2002 acabar no Pacaembu nesta terça-feira, Marcos terá algumas horas de ‘paz’ antes que o rival Corinthians faça sua estreia no Mundial de Clubes diante do Al Ahly. Apesar da rivalidade, o palmeirense promete não secar o Timão: “Não vou ficar: ‘Vamos Chelsea’, mas também não vou torcer a favor. Mas não tem essa de Corinthians é Brasil no Mundial. Corinthians é Corinthians”, ressaltou.

Se não torcerá a favor, o ex-goleiro ressaltou a importância do torneio internacional para a torcida corintiana, principalmente para torcedores que abriram mão de seus empregos ou venderam bens. “Eu desejo boa sorte por esses que fazem essas loucuras. Que façam boa viagem e voltem felizes (risos)”, destacou.

Questionado sobre uma suposta profecia que teria feito em 2003 ao dizer que o Palmeiras só seria rebaixado novamente após um título do Corinthians na Libertadores, Marcos tratou o caso com bom humor. “Eu não lembro disso aí não, mas acabei deixando pra lá. Você acha que eu vou lembrar o que falei em 2003? Não lembro, mas também depende de onde e como eu estava quando me perguntaram isso”, afirmou.



Homenagem - Nesta terça-feira, Marcos ainda irá receber da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) um valioso presente: uma placa com a seguinte mensagem: "Homenagem da Confederação Brasileira de Futebol, em reconhecimento a sua participação em 29 jogos da Seleção Brasileira e pela sua brilhante atuação, como goleiro titular, na conquista Pentacampeonato Mundial em 2002, que emocionou e deixou orgulhosa toda Nação Brasileira.".


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade