Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Oposição elege três quartos dos conselheiros no Internacional

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O ano ruim do Internacional dentro de campo se refletiu na eleição para o Conselho Deliberativo, realizada neste sábado, no Beira-Rio. Os grupos oposicionistas fizeram 112 das 150 cadeiras que estavam sofrendo renovação, abocanhando 74,7% das vagas. Os situacionistas elegeram apenas 38 conselheiros, um total de 25,3%.

Ao todo, quase 12 mil sócios votaram na eleição – 6,7 mil deles pela internet. A Chapa 2 (Diretas Sempre), encabeçada por Vitório Piffero e Luiz Antônio Lopes, foi a mais votada, com 34,7% do total de votos. O grupo elegeu 64 conselheiros.

A Chapa 3, do grupo Convergência Colorada, também de oposição, obteve 25,8% dos votos e elegeu 48 conselheiros. A Chapa 1, de situação, que apoia o atual presidente Giovanni Luigi, fez 20,8% dos votos, elegendo 38 nomes. As outras três chapas inscritas não obtiveram os 15% mínimos da cláusula de barreira, e por isso não elegeram nenhum conselheiro.

A eleição deste sábado renovou 150 das 346 vagas do Conselho Deliberativo do Internacional. Trata-se de metade das cadeiras renováveis, pois 46 conselheiros são ex-presidentes, beneméritos ou membros do Conselho há mais de 30 anos, e têm lugar fixo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade