Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Platini elogia “ar condicionado”, mas quer Copa do Catar no inverno

Dubai (Emirados Árabes Unidos)

Michel Platini voltou a demonstrar sua insatisfação com as condições climáticas do Catar durante a disputa da Copa do Mundo de 2022. Mesmo ciente de que o país do Oriente Médio garantiu que os estádio serão climatizados para amenizar o forte calor, o presidente da Uefa voltou a pedir que o Mundial seja transferido para o final do ano, próximo ao inverno no hemisfério norte.

Principal porta-voz da mudança no calendário, o francês falou novamente sobre o assunto em seu discurso na Dubai Internacional Sports Conference, nos Emirados Árabes, nesta sexta-feira. Apesar da resistência da Fifa e de organizadores do Catar, o ídolo manteve sua postura.

“Seria uma coisa boa, benéfica para todos. Eu não mudo meu pensamento como troco de camisa, mesmo que seja quente e eu esteja transpirando. Se você vai para o Catar em junho ou julho, eu desejo boa sorte, porque a temperatura pode chegar a 55 graus", brincou o ex-jogador.

AFP
Apesar de apoiar o Catar, Platini não esconde o desejo de alterar a data da Copa do Mundo de 2022
Em seguida, o mandatário elogiou as tecnologias apresentadas pelos catarianos para manter o interior dos estádios em temperatura agradável, mas já sugeriu até uma nova data para a realização da primeira Copa do Mundo no Oriente Médio.

"É bom que todo estádio esteja equipado com ar condicionado, mas acho que um dos maiores eventos esportivos do mundo deve ser disputado no momento certo, para que tudo seja uma grande festa. E o melhor momento é jogar no inverno, em novembro ou dezembro de 2022, pois em janeiro do mesmo ano já teremos os Jogos Olímpicos de Inverno", explicou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade