Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Presidente do Bota diz que Engenhão será “referência” até a Copa

Rio de Janeiro (RJ)

Apesar de não ser o palco carioca da Copa do Mundo de 2014, o Engenhão será o principal estádio do Rio de Janeiro até lá. Foi o que garantiu Maurício Assumpção, presidente do Botafogo, clube administrador do complexo esportivo.

“Até agosto de 2014, o Engenhão ainda será referência. Não tenho a menor dúvida de que nele acontecerão os eventos mais importantes do futebol carioca e brasileiro. O Maracanã não abrirá na sua totalidade e não será utilizado de forma regular”, garantiu o dirigente, em evento realizado nesse sábado no próprio estádio.

Para manter o Engenhão como o centro do futebol carioca, Assumpção aposta em ações de marketing, como a feijoada “Feijão no Fogão” realizada neste sábado, que atraiu cerca de 500 torcedores ao estádio.

“Com o sucesso deste evento evento, mostramos que o espaço pode ser utilizado para outros eventos, como rodas de samba, a partir de dezembro até o carnaval”, encerrou.

Pelo uso do estádio, o Botafogo paga à prefeitura do Rio de Janeiro R$ 36 mil mensais. O Glorioso tem o direito de administrá-lo até 2027.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade