Basquete/NBB - ( - Atualizado )

Com gosto de vingança, Flamengo bate o Brasília no jogo 1000 da NBB

Rio de Janeiro (RJ)

Após perder o título da Liga Sul-americana por conta do Brasília, o Flamengo deu o troco nesta quinta-feira e derrotou o atual campeão nacional por 102 a 88 no histórico jogo 1000 do NBB (Novo Basquete Brasil) em partida com muitos lances livres e até falta de luz no final.

Atuando em casa, o time carioca começou atrás, mas se recuperou a tempo de terminar o primeiro quarto na frente, fechando com vantagem de 23 a 21 graças a uma cesta e um lance livre de Olivinha na última jogada.

O segundo quarto começou equilibrado, mas o Flamengo logo tomou o controle para chegar ao intervalo com nove pontos de vantagem, a maior até então: 46 a 37. A equipe rubro-negra manteve a força no início da terceira etapa e chegou a ficar com 20 pontos de diferença no placar, mas viu o Brasília reagir para chegar ao último quarto com 72 a 61.

O último quarto foi ainda mais pegado que o restante da partida e teve os refletores apagados nos momentos finais, mas a partida seguiu com o Flamengo marcando mais 30 pontos para passar da marca dos 100 e garantir a vitória.

Ricardo Cassiano/Divulgação
Marquinhos se destacou na vitória tensa do Flamengo
O cestinha da partida não esteve entre os vencedores: o ala Arthur marcou 25 pontos para o Brasília. O ala/pivô Olivinha foi o principal destaque do Flamengo com um duplo-duplo de 23 pontos e 13 rebotes, enquanto o ala Marquinhos igualou sua pontuação.

"Foi um jogo 1000 bastante movimentado. Teve de tudo hoje. Mas acho que nossa equipe superou tudo isso e conseguiu vencer esse clássico importante contra o Brasília. A equipe está de parabéns", declarou Olivinha.

Assim, o Flamengo segue invicto no NBB, chegando às três vitórias em três jogos disputados e igualando o aproveitamento perfeito ao do líder Paulistano, ficando com seis pontos. O Brasília, por outro lado, conheceu sua segunda derrota e ficou com quatro pontos.

Na Liga Sul-americana, o Brasília não apenas foi o único a vencer o Flamengo no grupo final, como também derrotou o argentino Penarol e fez com que o Rubro-negro perdesse o título para o Regatas Corrientes mesmo com vitória sobra a equipe argentina.

A vitória do time da capital sobre o Penarol deixou o quadrangular final terminou com um tríplice empate entre Brasília, Flamengo e Regasta com seis pontos, o que definiu saldo de pontos no duelo entre os três como critério de desempate: os argentinos ficaram com 12 pontos positivos de saldo, enquanto o time carioca ficou com dez negativos. Em caso de empate simples, valeria o confronto direto e o título seria rubro-negro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade