Basquete/NBB - ( )

Técnico lamenta detalhes que impediram vitória do Bauru sobre o Fla

Bauru (SP)

No último sábado, o Bauru esteve perto de tirar a invencibilidade do Flamengo, único time que ainda não perdeu na temporada do Novo Basquete Brasil (NBB). Com seis pontos de vantagem a pouco mais de um minuto do final da partida, porém, a equipe do interior cedeu o empate e acabou derrotada por 102 a 96 na prorrogação. Para o técnico Guerrinha, detalhes separaram o time da vitória sobre o líder do nacional.

“Nosso time teve uma força muito grande na partida e perdemos em alguns detalhes. Todos estão de parabéns pela dedicação e comprometimento. Estamos em uma grande evolução e temos tudo para melhorar na sequência do campeonato”, analisa.

Apesar do bom desempenho da equipe, o Bauru saiu vaiado de quadra. A derrota foi a terceira do time em quatro jogos disputados no ginásio Panela de Pressão, diante de sua torcida. Entendendo a pressão, Guerrinha acredita que o elenco do Bauru saberá lidar com as cobranças para recuperar-se na retomada do nacional, em janeiro.

“Basquete é céu e inferno. Se vencêssemos, teríamos quebrado o último invicto. A equipe jogou certo e errado, bem e mal. Foram dois erros em posses de bola no último quarto que não se pode cometer diante de uma equipe tão forte. No emocional, ninguém fica feliz com a derrota, mas nosso caminho é tentar melhorar, trabalhar esses jogadores em quem a gente acredita. A pegada voltou”, conclui.

O Bauru volta às quadras no dia 5 de janeiro, diante do Joinville, em Santa Catarina. A equipe é a atual décima colocada do nacional, com 12 pontos e 50% de aproveitamento.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade