Futebol/Campeonato Italiano - ( - Atualizado )

Marquinhos é expulso e Roma leva susto no fim, mas derrota Milan

Roma (Itália)

Na tentativa de, ao menos, conseguir a classificação para um torneio continental na próxima temporada, o Milan acordou tarde demais. A equipe era goleada pela Roma, pelo Campeonato Italiano e conseguiu fazer dois gols no fim, logo após a expulsão do zagueiro brasileiro Marquinhos, ex-Corinthians, mas perdeu por 4 a 2 na capital do país.

Os três pontos são animadores para a Roma, que teve o lateral direito Pirs, ex-São Paulo, entre os titulares. A equipe de Totti se ratifica na sexta posição, agora com 32 pontos, a dois do Napoli, que está em quinto e ficaria com a última vaga para a Liga Europa. Já o Milan está em sétimo, afastado com 27 pontos.

O resultado em Roma é consequência da atuação do Milan, que permitiu aos anfitriões tocarem a bola em busca dos gols. Apesar de ter quase aberto o placar com El Shaarawy logo no primeiro minuto da partida, a equipe rubro-negra se perdeu na posse e logo não pôde contar o time de Totti.

AFP
A Roma fez a festa diante do goleiro Amelia e chegou a estar vencendo por 4 a 0 no segundo tempo
Aos 11 minutos, Osvaldo obrigou o goleiro Amelia a fazer grande defesa, mas, na cobrança de escanteio, Burdisso subiu mais alto que seus adversários para testar nas redes. Atrás no placar, o Milan causava perigo só em lances de Robinho, que, mesmo perto de sair do clube, chegou a criar boas chances desperdiçadas por El Shaarawy.

Do outro lado, a Roma era mais eficiente e sabia se aproveitar da marcação adiantada e desesperada de seu oponente. Aos 23 minutos, Totti cruzou para Osvaldo também tirar vantagem do problema aéreo da zaga milanesa e fazer 2 a 0. O terceiro gol veio seis minutos depois, com De Rossi lançamento para Lamela bater na saída de Amelia.

A superioridade romana conseguiu, já que os visitantes não conseguiam fechar os espaços ocupados por Osvaldo. Aos 15 minutos do segundo tempo, mais uma vez pelo alto, Lamela testou para as redes em jogada que parecia ter definido a partida em 4 a 0.

AFP
Marquinhos, ex-Corinthians, usou o braço e foi expulso aos 32 minutos do segundo tempo
O Milan, contudo, não se entregou e passou a última meia hora do clássico no ataque, dando trabalho para o goleiro Goicochea. Em meio à pressão, Marquinhos, aos 32 minutos, tentou desarmar El Shaarawy com o braço e foi expulso, dando nova vida ao Milan e ao confronto.

Em vantagem numérica, o Milan descontou aos 41 minutos, com Pazzini convertendo pênalti que ele mesmo sofreu ao ser derrubado por Goicochea. Aos 42, Bojan aproveitou rebote de cabeçada de El Shaarawy para fazer o segundo. Os minutos restantes, porém, foram insuficientes para mudar o vencedor do clássico.

O clássico em Roma encerrou a 18ª rodada do Campeonato Italiano, que terminou com a Juventus na liderança, com 44 pontos. Lazio ocupa o segundo lugar, com 36, e a Inter de Milão fecha a zona de classificação para a Liga dos Campeões em terceiro, com 35. Também com 35 pontos, mas com uma vitória a menos em relação aos milaneses, está a Fiorentina, dentro da faixa que dá vaga na Liga Europa, assim como o Napoli, na quinta posição com 34 pontos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade