• EQUIPES
  • SEDES
  • CAMPEÕES
  • JOGOS
  • ELIMINATÓRIAS
  • FOTOS
  • BLOG

Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Sem temer a Fiel, técnico do Chelsea espera jogo diferente na final

São Paulo (SP)

Os jogadores brasileiros do Chelsea já se encarregaram de mostrar a seus companheiros fotos e vídeos da torcida do Corinthians. O técnico Rafael Benítez não ficou tão impressionado. Na final do Mundial de Clubes, no domingo, ele espera uma partida mais difícil do que a disputada contra o Monterrey (3 a 1, nesta quinta-feira), mas sem interferência da Fiel.

“Todos os times brasileiros, especialmente no Mundial de Clubes, têm um apoio massivo de seus torcedores. Não acho que isso faça tanta diferença. Até pode ajudar, mas estamos tão concentrados que não acredito que vá mudar alguma coisa”, minimizou Benítez, lembrando que o Chelsea também conta com incentivo (bem menor) no Japão. “Estou contente de ver 1.000 torcedores do Chelsea que saíram da Inglaterra e vieram para cá.”

O Chelsea não teve problemas para avançar à final de domingo, em Yokohama. O que não muda a preocupação de Rafa Benítez com a partida contra o Corinthians. “Todos os jogos são diferentes. Queremos manter o nível, mas vimos que o Corinthians foi um time compacto, bem organizado, com a qualidade dos brasileiros”, respeitou. “Será totalmente diferente do Monterrey. Devemos estar prontos para ganhar a final”, disse.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Torcida do Corinthians marcou presença até no jogo do Chelsea, mas Rafa Benítez não está assustado
O discurso do técnico do Chelsea em relação ao Corinthians é ensaiado. Ele não pretende deixar o seu time excessivamente otimista durante o Mundial. “É claro que temos uma boa equipe, que ganhamos bem do Monterrey, mas nunca se sabe. Estamos prontos, mas o jogo contra o Corinthians será difícil”, repetiu Rafa Benítez.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade