Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Com dificuldades, Santos espera se reforçar com “pacote tricolor"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Com dificuldades para acertar com grandes nomes, o Santos pretende agir rápido e não perder mais tempo no mercado, especulando jogadores cujos custos seriam elevados para as finanças do clube. O meia Montillo, do Cruzeiro, e o atacante Robinho, do Milan (Itália), são dois exemplos desse tipo de situação.Sendo assim, o Peixe pode recorrer a alternativas mais baratas e anunciar, nos próximos dias, um “pacote” de jogadores oriundos do rival São Paulo.

O zagueiro João Filipe e o meia Cícero são os novos alvos da direção santista. O primeiro havia sido sugerido há algum tempo pelo técnico Muricy Ramalho e, com a saída de David Braz, que deve ser emprestado, além do fato de que Bruno Rodrigo dificilmente irá renovar o seu vínculo com o time alvinegro, um defensor virou uma necessidade para o elenco. Neto, ex-Guarani, já foi contratado para o setor.

Com Cícero, o panorama é diferente. Sem poder contratar nomes de peso para o meio-campo, o Santos enxerga no atleta, que não pretende ficar no Morumbi em 2013, mesmo tendo vínculo até a metade do ano que vem com o Tricolor Paulista, uma opção interessante e que, com baixos custos, pode se encaixar no esquema tático de Muricy. A negociação com Cícero também conta com a aprovação do treinador.

O atacante Willian José, cujo empréstimo para o São Paulo se encerra neste fim de ano, também deve ser anunciado pela direção do Peixe em breve. Os dirigentes santistas ainda acertam detalhes da negociação junto ao empresário argentino, Gustavo Arribas, antes de confirmar a transferência. A negociação só deve ser oficializada depois da final da Copa Sul-americana, quando os tricolores enfrentam o Tigre (Argentina), na próxima quarta-feira, no Morumbi.

Vale destacar ainda que, tanto João Filipe quanto Cícero, são agenciados por Eduardo Uram. O procurador, aliás, também está acertando a ida de outro jogador empresariado por ele para a Vila Belmiro. O volante Renê Júnior, que está na Ponte Preta, deve fechar por empréstimo de um ano com o Alvinegro Praiano, com opção de compra por parte do Santos, ao término deste período.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade