Vôlei/Superliga Feminina - ( - Atualizado )

Em ascenção, Rio de Janeiro bate lanterna São Bernardo fora de casa

São Bernardo do Campo (SP)

O Unilever/Rio de Janeiro segue em boa fase na Superliga Feminina. Nesta quinta-feira, a equipe chegou à terceira vitória consecutiva ao derrotar o São Bernardo por 3 sets a 0, parciais de 25/12, 25/21 e 25/19 atuando fora de casa.

A canadense Sarah Pavan, do Rio de Janeiro, com 15 acertos, foi a maior pontuadora do jogo, enquanto Fabi, da mesma equipe, levou o prêmio de melhor jogadora da partida. A líbero destacou o equilíbrio da Superliga Feminina.

“A tônica da Superliga está sendo o equilíbrio. Não dá para vacilar contra nenhum time, pois os jogos são muito dinâmicos, com um equilíbrio muito grande e acredito que está bom para quem está jogando e para quem está assistindo”, comentou.

A vitória no jogo isolado de abertura da sétima rodada leva a equipe carioca à primeira posição com 16 pontos. No entanto, Sollys/Nestle, com 15, e Vôlei Amil, com 14, ainda podem ultrapassar ou se igualar ao time treinado por Bernardinho.

O São Bernardo, por outro lado, vive situação bem diferente: a equipe continua sem somar pontos na Superliga Feminina, só tendo vencido dois sets no total na competição e ocupando a lanterna com três pontos de distância para Rio do Sul e São Caetano.

Nesta sexta-feira, mais três jogos da sétima rodada da Superliga Feminina serão disputados. Às 20 horas (de Brasília), o Pinheiros recebe o Vôlei Amil. 15 minutos depois, é a vez do Rio do Sul encarar o São Caetano em casa, enquanto o Sollys/Nestlé enfrenta o Sesi às 21 horas (de Brasília) em Osasco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade