Vôlei/Superliga Feminina - ( - Atualizado )

Osasco vê liderança ser arriscada, mas se recupera e vira sobre SESI

Osasco (SP)

Pressionado pela vitória do Rio de Janeiro na quinta-feira, o Osasco correu risco de terminar a segunda rodada na vice-liderança da Superliga Feminina ao perder os dois primeiros sets nesta sexta-feira, mas se recuperou para derrotar o SESI pro 3 sets a 2, parciais de 20/25, 27/29, 25/20, 25/18 e 15/11.

Com a vitória em casa, o Sollys/Nestlé chegou aos 17 pontos e se igualou ao Rio de Janeiro na primeira posição. O SESI, por outro lado, fica com 14 pontos, mesma quantidade do Praia Clube, que liderava a competição até sofrer duas derrotas seguidas.

Também nesta sexta-feira, o Rio do Sul perdeu os dois primeiros sets em casa, mas conseguiu a virada para derrotar o São Caetano por 3 sets a 2, parciais de 23/25, 23/25, 25/22, 25/19 e 15/12, chegando aos oito pontos e superando o adversário, que ficou com sete.

Já o Vôlei Amil chegou à quinta vitória consecutiva ao bater o Pinheiros fora de casa por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/23 e 25/17. Assim, a equipe chegou aos 14 pontos, mantendo a perseguição ao primeiro lugar, enquanto o time paulistano ficou com seis na parte intermediária da tabela.

Divulgação
O Sollys/Nestlé chegou à sexta vitória consecutiva nesta sexta-feira, quando bateu o SESI de virada

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade