Futebol/Mundial de Clubes - ( )

Guerrero avisa: “Cheguei ao Corinthians para ser campeão mundial”

Toyota (Japão)

Contratado pelo Corinthians após a conquista da Copa Libertadores da América, o centroavante Paolo Guerrero foi seduzido pela possibilidade de disputar o Mundial de Clubes quando recebeu a proposta. No Japão, o peruano já foi decisivo logo na estreia: marcou o gol da vitória sobre o Al Ahly, do Egito, nesta quarta-feira.

“Cheguei ao Corinthians para ser campeão mundial”, avisou Guerrero, animado para a final de domingo. “A gente está com o objetivo bem mentalizado. Queremos ganhar. Eu me concentrei para isso”, enfatizou o otimista atacante.

Para se destacar no Mundial, Guerrero precisou superar algumas dificuldades em seu primeiro semestre como corintiano: a adaptação ao futebol brasileiro, a desconfiança dos mais críticos e, mais recentemente, uma lesão no joelho direito e os efeitos do fuso horário no Japão.

“Depois de tomar infiltração, meu joelho ficou bom, graças a Deus. Não há mais problemas”, disse Guerrero. “Só não estou domingo bem aqui. Acordo sempre durante a madrugada. Mas o mais importante é jogar o Mundial pelo Corinthians. Fico contente por estarmos na final”, acrescentou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Autor do até então único gol corintiano no Mundial de Clubes, Guerrero prometeu dar a vida para ser campeão
Apesar da empolgação com o torneio no Japão, Guerrero não vislumbra conquistas individuais. “Marcando gols ou não, só passa pela minha cabeça ganhar o título. Sou um jogador do time. Se o Corinthians vence com gol meu ou dos meus companheiros, não importa. É o time todo que consegue o resultado”, discursou.

Em alta com Tite e com seus colegas de time, o centroavante também sabe como agradar aos torcedores sem necessariamente fazer gols: “Vou dar a minha vida pelo título”, prometeu Guerrero.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade