Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Mãe de peruano nascido no Natal quer Guerrero como padrinho

Lima (Peru)

O povo peruano dá provas contínuas de sua idolatria por Paolo Guerrero. No Natal, o centroavante que marcou os gols do Corinthians no último Mundial de Clubes foi convocado até para virar padrinho de uma criança.

Noemí Chávez Javier deu à luz ao seu filho um minuto após a meia-noite deste 25 de dezembro, no Instituto Materno Perinatal de Lima. Diante das câmeras de televisão, a jovem de 23 anos não titubeou ao revelar um desejo: “Quero que o padrinho seja Paolo Guerrero. Sou sua fã. Espero que ele aceite o convite”.

O filho de Noemí recebeu o nome de Alexis Jesus, em lembrança ao Natal, e nasceu com 3,6kg e 50cm.

Também no Instituto Materno Perinatal, outro bebê que veio ao mundo nesta terça-feira terá o seu batismo influenciado pelo futebol. Denzel Zinedine ganhou o nome porque a mãe Alina Carhuaz Espejo, de 29 anos, quis homenagear o ator norte-americano Denzel Washington e o ex-jogador francês Zinedine Zidane.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Ídolo no Peru, o campeão mundial Paolo Guerrero recebe convites até para apadrinhar crianças

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade