Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Torcedores recebem Guerrero no Peru e pedem classificação para Copa

Lima (Peru)

A chegada de Paolo Guerrero ao Peru após a conquista do Mundial de Clubes com o Corinthians causou histeria no aeroporto Jorge Chávez, em Lima. O atacante, autor do gol do título conquistado no último domingo, teve que ser escoltado por seguranças, que trabalharam a pedido do presidente do Ollanta Humala.

Cerca de 50 torcedores, de acordo com a imprensa local, tentaram tirar fotos ou apenas tocar no centroavante. Entre as palavras ditas ao jogador, o pedido mais presente foi para o atleta conhecido como “Depredador” classificar o país para a Copa do Mundo de 2014 – o Peru não vai a um Mundial desde 1982 e está em penúltimo lugar nas Eliminatórias.

“Paolo, você é o único que pode nos levar ao Mundial” gritavam alguns, “queríamos onze jogadores como você” disse outros. “Guerrero é o maior”, “obrigado por ser peruano”, “você é o máximo”, “boa, campeão!” e “você é o melhor do Peru” também foram frases ditas por quem esperava o astro.

O desembarque de Guerrero ao Peru gerou tanta expectativa que canais de televisão locais o transmitiram ao vivo. O atacante não participou do desfile do elenco corintiano com a taça do Mundial na última terça-feira porque ficou na Alemanha para resolver problemas particulares.

Além da cabeçada que gerou a vitória por 1 a 0 sobre o Chelsea, na final em Yokohama no último domingo, o camisa 9 também marcou o gol do triunfo por 1 a 0 sobre o Al Ahly, do Egito, na semifinal do Mundial de Clubes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade