Futebol/Mercado - ( )

Ananias não foge de polêmica com Lusa e força acerto com o Cruzeiro

Belo Horizonte (MG)

“O que eu puder fazer para jogar no Cruzeiro vou fazer”, diz o atacante Ananias, sem esconder que não deseja cumprir o contrato de empréstimo com a Portuguesa, válido até abril de 2013, segundo a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Para irritação da diretoria rubro-verde, que adquiriu no início do ano 50% dos direitos econômicos por R$ 600 mil, o jogador de 23 anos não ficou alheio à polêmica.

Sonho antigo da diretoria do Cruzeiro, que vê cada vez mais distante o objetivo de manter Wallyson, possível reforço do São Paulo para 2013, Ananias deve concretizar o acerto durante a próxima semana. Guga, empresário do jogador, já negocia diretamente com a equipe mineira, mas ainda depende de um acerto com a Portuguesa, que deseja uma compensação financeira, e com o Bahia, que não tem problemas em liberar uma das revelações de suas categorias de base.

“Meu empresário me passou o interesse do Cruzeiro e estamos conversando para saber se é viável. De minha parte tem vontade, será um prazer, e eu espero que dê certo. O empréstimo com a Portuguesa acabou em dezembro, mas tenho contrato com o Bahia até abril, isso que complica. Está próximo de fechar. Minha vontade é de defender um clube da grandeza do Cruzeiro”, ressaltou Ananias, à TV Alterosa, confirmando a proximidade do acerto.

Vinculado à Lusa até abril, segundo a CBF, Ananias teve a atitude de seus empresários e dos dirigentes do clube mineiro criticada por Candinho, gerente de futebol paulista, que exige a compensação para liberar o atacante. A princípio, o jogador se reapresenta no dia 3 de janeiro para a disputa do Campeonato Paulista da Série A2.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade