Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Roth se despede do Cruzeiro atribuindo derrota às bolas paradas

Belo Horizonte (MG)

Depois de sair derrotado do clássico contra o Atlético-MG, em jogo emocionante que terminou em 3 a 2, o técnico do Cruzeiro, Celso Roth, se despediu da Raposa após 38 partidas, com um saldo de 15 vitórias, 16 derrotas e sete empates.

O treinador acredita que o time Celeste foi superior ao Galo na partida deste domingo e creditou a vitória Alvinegra às bolas paradas, já que dois gols saíram de escanteios.

”Foi um grande jogo, aberto, à altura do clássico. O Atlético foi mais feliz na bola parada. O Cruzeiro jogou mais, merecia ter vencido ou pelo menos empatado” avaliou o treinador.

Em tom de despedida, Roth exaltou o futebol mineiro: “Os torcedores mineiros têm que estar felizes, vimos aqui um espetáculo à altura do futebol mineiro, quem falar mal, estará errado. O Atlético ganhou também por toda a temporada superior que teve”, analisou.

Nesta segunda-feira, o técnico Marcelo Oliveira será apresentado na Toca da Raposa. O nome do uruguaio Jorge Fossati foi especulado durante a semana, mas o ex-treinador do Vasco foi confirmado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade