Futebol Nacional/Entrevista - ( - Atualizado )

Novo presidente do Flamengo ressalta dificuldades financeiras

Rio de Janeiro (RJ)

Em entrevista à Rádio Globo na tarde desta sexta-feira, o novo presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, falou sobre as suas pretensões no comando do clube. Sua gestão terá como preocupação principal os graves problemas financeiros que o Rubro-Negro enfrenta.

“A situação financeira do clube é muito desconfortável. A dívida de curto prazo é muito grande. Temos muito comprometimento de receitas”, afirmou de Mello.

O presidente falou sobre a negociação com a fornecedora de materiais esportivos Adidas, que pretende estampar sua marca na camisa do Flamengo a partir do ano que vem.

“Não fechamos com a Adidas ainda. Estamos negociando. Se conseguirmos chegar a um acordo bom para ambas as partes, vamos fechar”.

Ele negou os boatos de que a assinatura do contrato com a empresa poderia facilitar a vinda do meia Kaká - que é patrocinado pela marca - para a Gávea.

Sobre o atacante Vagner Love, Eduardo Bandeira de Mello admitiu que o Flamengo não quitou todas as parcelas do pagamento acordado com o CSKA, da Rússia, antigo clube do jogador. Mas expressou o desejo de mantê-lo, a despeito do apoio do jogador a Patrícia Amorim nas eleições presidenciais.

“O Flamengo tem todo o interesse em mantê-lo. Nunca estive pessoalmente com ele. Mas o Vagner Love é um ídolo da torcida. Todos gostam dele. Eu li, um pouco antes das eleições, declarações dele dizendo que não teria problema em ficar no Flamengo, fosse quem fosse o presidente”.

Sobre Patrícia Amorim, o novo presidente disse que sempre exaltou as qualidades da gestão. Ele destacou o trabalho do vice-presidente de patrimônio, Alexandre Wrobel, na reforma do centro de treinamentos.

RENATO ABREU E LÉO MOURA

Sobre a renovação dos contratos do lateral-direito Léo Moura e do meia Renato Abreu, de Mello disse que, se dependesse da sua vontade, os dois permaneceriam.

“Não posso adiantar nada, porque isso está sendo avaliado pelo Pelaipe. Eu, pessoalmente, gosto muito desses dois jogadores, porque eles sempre honraram a camisa do Flamengo”.

REFORÇOS

O presidente negou que pretenda aguardar a contratação de um reforço de peso antes de anunciar nomes de menor impacto.

“Eu não tenho nenhum nome para apresentar. Não temos interesse em esconder nada que estiver concretizado. Mas só vamos anunciar quando estiver fechado”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade