Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Novo presidente garante Dorival Júnior e Zinho no Flamengo em 2013

Rio de Janeiro (RJ)

O temor de Zinho, diretor executivo do Flamengo, de não dar sequência ao planejamento que vinha traçando para 2013 terminou na tarde desta quarta-feira. Eduardo Bandeira de Mello, presidente eleito no início da semana, telefonou para o dirigente e para o técnico Dorival Júnior confirmando que conta com os dois profissionais à frente de seus cargos para a próxima temporada.

A revelação foi feita pelo próprio treinador durante participação no Fórum Internacional de Futebol, no Rio de Janeiro. Otimista para iniciar o trabalho à frente do Rubro-negro desde a pré-temporada em 2013, Dorival havia sido contratado em julho deste ano, mas não conseguiu dar esperanças ao torcedor durante sua passagem. Com contrato válido até o final do ano que vem, permanecerá no clube e já trabalha na montagem do elenco.

“Tinha essa indefinição quanto à permanência, mas o importante era que o Flamengo continuasse com o trabalho e assim foi feito”, afirmou Dorival, confirmando a permanência e já pensando no grupo para 2013. “Precisamos de elementos, de jogadores que não deixem dúvidas. O Flamengo sempre teve jogadores que fizeram a diferença. Precisamos de cinco nomes para encorpar nossa equipe e de duas ou três apostas que venham a nos deixar com um elenco mais forte. Já falei com o Zinho sobre isso”, disse o treinador, ao SporTV.

A permanência de Zinho está apalavrada, segundo Dorival, mas ainda não assinada. O dirigente tem contrato apenas até dezembro de 2012, mas renovará o vínculo após reunião com Eduardo Bandeira de Mello. Mesmo sendo defensor do trabalho de Patrícia Amorim, que não foi reeleita, Zinho é tido como uma boa peça de mediação entre a diretoria do clube e o grupo de jogadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade