Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Renovações de contrato ficam estagnadas após eleição do Flamengo

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

São grandes as chances de Dorival Júnior ser mantido como treinador e de Zinho permanecer à frente da diretoria executiva do Flamengo. Mas até que o novo presidente, Eduardo Bandeira de Mello, assuma suas funções em definitivo, todas as negociações iniciadas pela diretoria comandada por Patrícia Amorim permanecem estagnadas, como a compra dos direitos federativos de Amaral e Wellington Silva.

Onze jogadores do elenco profissional têm contrato se encerrando ao final da temporada - o goleiro Marcelo Carné, os laterais Leonardo Moura, Wellington Silva e Magal, o zagueiro Arthur Sanches, os volantes Maldonado, Amaral e Rômulo e os meias Renato Abreu, Bottinelli e Wellington Bruno.

Destes nomes, Zinho já vinha negociando a compra dos direitos federativos de Amaral junto ao Nova Iguaçu e o restante dos direitos de Wellington Silva junto ao Resende. Neste segundo caso, o Rubro-Negro já detém 50% do atleta. O goleiro Marcelo Carné também terá o vínculo renovado. Arthur Sanches, que teve poucas oportunidades, Magal, que nunca conseguiu se firmar, Maldonado, sofrendo com excesso de lesões, e Rômulo e Bottinelli, que não caíram nas graças da torcida, já foram informados que não vão permanecer.

Wellington Bruno, que tinha a situação definida por ter os direitos federativos ligados a um grupo de empresários parceiros do Flamengo, voltou a ser dúvida com a mudança na presidência. Leonardo Moura e Renato Abreu terão as suas situações avaliadas pela nova diretoria. O primeiro tinha a situação apalavrada com Patricia, mas agora o caso voltou à estaca zero. O apoiador, por sua vez, chegou a um acordo para assinar por apenas um ano (antes ele queria dois para encerrar a carreira no Flamengo), e deverá permanecer, ainda mais se Dorival, fã do jogador, for mantido.

Zinho também vai informar a Eduardo Bandeira de Mello que tem uma negociação em vigor para contratar o meia Renato Augusto, revelado nas categorias de base da Gávea e que está no Bayer Leverkusen, da Alemanha. O jogador tem o desejo de retornar ao Brasil, mas também interessaria a Corinthians e Santos. Jogadores emprestados também serão avaliados, como Alex Silva, Gustavo, Thiago Medeiros, Erick Flores e Lenon.

O elenco do Flamengo se reapresenta no dia 3 de janeiro para começar a pré-temporada, que será no Rio de Janeiro. O clube estreia na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, no dia 19 de janeiro contra Quissamã ou Goytacaz, dependendo de uma decisão judicial que vai forçar a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) a se posicionar sobre o caso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade