Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Fluminense pode fechar com Rhayner esta semana

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Fluminense poderá anunciar até o fim desta semana a contratação do meia Rhayner, de 22 anos, que se destacou pelo Náutico na disputa do Campeonato Brasileiro. O jogador, que também pode ser utilizado no ataque, tem os direitos federativos ligados ao empresário Eduardo Uram, que já teve os primeiros contatos com os dirigentes tricolores.

Rhayner está passando férias no Espírito Santo, mas já deu a seu empresário o aval para acertar com o Fluminense e disputar a próxima temporada com a camisa do campeão brasileiro. O atleta teria pedido para que a assinatura de contrato com o clube carioca fosse facilitada. A tendência é que entre nas Laranjeiras como contratado por empréstimo, com parte dos seus direitos federativos estipulada. Caso o empresário não aceite e queira uma venda em definitivo, o Tricolor vai tentar incluir algum atleta que esteja retornando de empréstimo e não faça parte dos planos do técnico Abel Braga para a próxima temporada.

Retornam de empréstimo ao Fluminense em janeiro, com longo contrato de duração, o meia Tartá e os atacantes Ciro e Rodriguinho. Dos três, o único que tem alguma chance de permanecer é Rodriguinho, pois o treinador do Tricolor pretende ter mais um jogador de velocidade no ataque. Ciro tem declarado que não deseja permanecer no Bahia - time em que disputou a atual temporada – por causa das poucas oportunidades. O jogador disse que deseja voltar para a Ilha do Retiro e defender as cores do Sport, mesmo com o Rubro-Negro tendo sido rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. A sua situação deverá ser decidida nos próximos dias.

Por falar em quem retorna de empréstimo, outros jogadores estão nesta situação. O meia Souza, que estava cedido ao Cruzeiro, e o atacante Araújo, que estava emprestado ao Náutico, serão liberados rapidamente, pois seus contratos se encerram em janeiro. Eles estarão livres para procurar outro clube, pois não estão nos planos de Abel Braga. Já o volante Fernando Bob está emprestado ao Vitória até junho de 2013, e apenas depois disso terá a sua situação avaliada pelos dirigentes do Fluminense.

Outro jogador que está emprestado até a metade do próximo ano é o meia argentino Martinuccio, cedido ao Cruzeiro. O jogador, porém, é visto como uma boa moeda de troca, e por isso pode ser usado se o Fluminense voltar carga para tentar contratar o meia argentino Montillo. O Tricolor deu uma esfriada nesta negociação desde que reapareceu a possibilidade de repatriar o também argentino Darío Conca, que está no futebol chinês. Porém, caso não avance, Montillo será procurado. Em uma primeira sondagem, além de Martinuccio, a Raposa perdiu o atacante Rafael Sobis.

WELLINGTON SILVA

Apesar de ter repercutido muito mal o interesse do Fluminense na contratação do lateral direito Wellington Silva, que está no Flamengo, a negociação pode estar evoluindo. Isso porque os dirigentes rubro-negros estão encontrando dificuldades para se encontrar com o presidente do Resende-RJ, André Galdeano. O clube da Região Sul do Rio de Janeiro, tem os direitos federativos do jogador.

Pelo compromisso em vigor, o Flamengo pode exercer o direito de comprar 34% dos direitos federativos do atleta. Talvez isso explique a dificuldade em localizar os dirigentes do Resende, que já estariam em negociações com o Fluminense.

Apesar do vazamento da notícia, os dirigentes do Fluminense evitam falar abertamente desta negociação, dizendo que esperam uma definição sobre o futuro do jogador em relação ao Flamengo.

Outra alternativa para a lateral direita do Fluminense é Nei, que na semana passada foi desligado do Internacional e está liberado para acertar com outro clube. O jogador já vem negociando com o Tricolor, mas ainda não chegou a um acordo sobre as bases salariais, que, contudo, não deverão dificultar um futuro acerto caso ele seja a principal opção para o setor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade