Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Alonso vê Red Bull como favorita para 2013 e quer começo melhor

Madrid (Espanha)

Hegemônica nas três últimas temporadas, a Red Bull permanecerá como favorita para 2013, segundo o espanhol Fernando Alonso. Além de elogiar o time austríaco do alemão Sebastian Vettel, o piloto da Ferrari manifestou o desejo de começar a temporada melhor após um início inexpressivo em 2012.

“Seguramente, a Red Bull voltará a ser a favorita no começo. Eles terminaram com um amplo domínio e, como as regras serão mantidas, isso deve continuar. Temos que recuperar essa desvantagem em dois meses, o que não é fácil. O ponto de partida será muito melhor do que nesse ano”, apostou Alonso.

Quinto colocado na etapa da Austrália, o espanhol chegou a conquistar uma improvável vitória na Malásia, mas foi o nono na China e o sétimo no Bahrein. Desde então, a Ferrari evoluiu e o talentoso Alonso brigou pelo título até a última corrida, sem sucesso.

“A Red Bull e a McLaren terminaram o ano com bastante vantagem sobre nós e têm um pouco do caminho já percorrido. Mesmo assim, lutamos pelo Mundial até a última corrida. Então, a próxima temporada tem que ser melhor de qualquer maneira”, reiterou Alonso.

O espanhol ainda pediu que a Ferrari explore eventuais brechas no regulamento, algo que a rival Red Bull costuma fazer. “Nós também precisamos pensar nos limites das normas, sempre dentro da legalidade, mas buscando o limite para tentar aumentar o rendimento, como fazem outras equipes”, disse.

AFP
O experiente piloto espanhol Fernando Alonso exige um começo melhor da equipe Ferrari na temporada de 2013
Alonso interrompeu suas férias para participar de um evento da instituição financeira espanhola que patrocina a Ferrari. Depois de projetar a próxima temporada, o piloto, derrota por Vettel por apenas três pontos, voltou a se dizer satisfeito com a própria temporada.

“Estou muito contente, foi um ano perfeito e dificilmente repetível. 2013 tem que ser melhor, porque começar pior é difícil”, afirmou o espanhol, que também admitiu a superioridade de seu adversário da Red Bull. “O título do Vettel foi justo”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade