Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

D’Ambrosio reconhece dificuldades, mas não desiste da Fórmula 1

Bruxelas (Bélgica)

De olho em competir na Fórmula 1 na temporada 2013, o belga Jerome d’Ambrosio vê apenas quatro equipes com vagas pendentes para o próximo ano e reconhece as dificuldades de ocupar o posto de titular em uma delas, porém garante que não irá desistir de seu objetivo.

O piloto passou por situação semelhante ano passado e acabou ficando como reserva na Lotus, uma das equipes que ainda não confirmou se Romain Grosjean continuará como parceiro de Kimi Raikkonen. D’Ambrosio teve a oportunidade de substituir o franco-suíço no circuito de Monza, na Itália, quando o titular foi punido pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

“Nem tudo está confirmado ainda e estamos trabalhando nisso. É difícil, mas vamos ver o que acontece, só o tempo dirá”, afirmou em entrevista concedida ao site britânico Autosport. Além da Lotus, ainda restam esperanças na Marussia, na Caterham e na Force India. “Com o final da temporada, as pessoas que têm o poder em mãos, vão tomar suas decisões”, completou.

O piloto sabe que não serão opções fáceis. “É muito difícil, há um monte de pilotos sem assentos lá fora, alguns mais experientes outros menos”, admitiu. Apesar das dificuldades, no entanto, D’Ambrosio não pensa em desistir de brigar por uma das vagas.

“Tudo que posso dizer, é que realmente amo a Fórmula 1. Eu adorava estar no grid ano passado, mesmo sem o carro principal. Eu adorei guiar em Monza, isso é o que eu amo fazer e vou lutar como posso para permanecer na Fórmula 1”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade