Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Horner ainda espera auge de Vettel, mas não o vê superando Schumi

Milton Keynes (Inglaterra)

Sebastian Vettel se tornou o tricampeão mais jovem da história da Fórmula 1 no último mês, mas o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, acredita que o piloto ainda não atingiu o auge de sua carreira. O dirigente britânico acredita que o competidor alemão ainda se desenvolverá nas próximas edições do Mundial, mas acha difícil que consiga bater os recordes de Michael Schumacher, que se aposentou no mesmo dia em que Vettel garantiu seu terceiro título da F-1, em São Paulo.

Schumacher é o maior campeão da história da categoria, com sete títulos conquistados, e venceu 91 provas em sua carreira. O piloto alemão, que se despediu da categoria correndo pela Mercedes, foi campeão em 1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004.

“É difícil de imaginar alguém superando 91 vitórias e sete campeonatos. Sebastian tem 25 anos, três títulos, 26 vitórias, mais de 40 pódios, 34 poles. Ele tem uma carreira impressionante até agora. Como piloto, ele continuará a se desenvolver, a ficar melhor. Ainda veremos o seu auge”, disse Horner à revista britânica Autosport.

Com o título em São Paulo, Vettel se juntou a seu ídolo Schumacher e ao argentino Juan Manuel Fangio, outros pilotos que conquistaram três Mundiais consecutivos da Fórmula 1. Mas as mudanças no regulamento da categoria nas últimas temporadas fazem o dirigente britânico apostar na permanência do heptacampeão no topo da lista de maiores campeões da F-1.

“A Fórmula 1 hoje é diferente de 15 anos atrás. Há muito mais equilíbrio já que todo mundo tem os mesmos pneus, a mesma quantidade de testes, motores limitados. Apenas o tempo dirá o que Sebastian será capaz de fazer no futuro, mas o animador é que ainda veremos o seu melhor”.

AFP
Sebastian Vettel venceu três Mundiais seguidos, mas precisa de outros quatro títulos para igualar Schumi

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade