Fórmula 1/Bastidores - ( - Atualizado )

“Infiel”, De la Rosa não acredita em nova chance na McLaren

Madri (Espanha)

Com a HRT fora da Fórmula 1, Pedro de la Rosa busca uma vaga para seguir na categoria em 2013. Com duas passagens como piloto de testes da McLaren, o espanhol não acredita em nova chance na equipe inglesa, já que deixou o time em duas oportunidades para tornar-se piloto titular de escuderias menores.

“Eu tomei um rumo e devo viver com a minha decisão. A McLaren não vai escancarar as portas para mim, principalmente porque eu os deixei duas vezes. Fui infiel e é assim, começo do zero e é o normal”, afirma, em entrevista ao jornal Marca.

Apesar da saída da HRT do grid da Fórmula 1 e das portas da McLaren praticamente fechadas, de la Rosa segue confiante em continuar na categoria em 2013. “Confiro que seguirei na Fórmula 1 como piloto de testes ou reserva, que seguirei com o volante nas mãos. Mas sigo sem garantias de nada”, completa.

O espanhol chegou à McLaren em 2003. Reserva, participou de algumas provas até deixar a equipe em 2010, para correr pela Sauber. Demitido no meio da temporada, devido aos maus resultados obtidos, voltou para a reserva da escuderia inglesa. Neste ano, porém, aceitou o desafio de correr pela estreante HRT.

AFP
De la Rosa não deve seguir na Fórmula 1 em 2013: piloto ainda confia em conseguir ao menos uma vaga reserva

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade