Fórmula 1/Bastidores - ( - Atualizado )

Mark Gillan, diretor de operações da Williams, deixa a equipe

Grove (Inglaterra)

A Williams terá mudanças em seu projeto de reestruturação na próxima temporada da Fórmula 1. Segundo a revista inglesa Autosport, Mark Gillan, atual diretor de operações da equipe, deixará a escuderia em 2013.

A justificativa dada à publicação britânica foi de que o engenheiro, que chegou em 2011 para formular processo de reformulação e afastar a crise de Williams, quer passar mais tempo com a família.

2011 foi a pior temporada da escuderia desde 1970, ocupando apenas o nono lugar no ranking de construtores o que motivou a contratação do engenheiro, que soma passagens por McLaren, Jaguar e Toyota.

A Williams subiu apenas uma posição no ranking de construtores, mas a evolução na prática foi maior. A equipe voltou a ser competitiva, com seus pilotos pontuando 14 vezes contra apenas três em 2011.

Além disso, Pastor Maldonado venceu o GP da Espanha e se tornou o primeiro piloto da Williams a ocupar o lugar mais nobre do pódio desde Juan Pablo Montoya, no GP do Brasil de 2004.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade