Fórmula 1/Bastidores - ( - Atualizado )

Vettel relembra título heróico no Brasil após ano de altos e baixos

Londres (Inglaterra)

O tricampeonato conquistado em Interlagos, no dia 25 de novembro, ainda não saiu da cabeça de Sebastian Vettel. Considerado o piloto do ano pela revista Autosport, o alemão considera a maneira heróica como o título foi confirmado, em Interlagos, um prêmio à temporada de autos e baixos que passou na Red Bull.

“Foi um longo ano de altos e baixos. Talvez no começo eu não tivesse o carro que gostaria. Ele era competitivo em provas, mas não conseguia bom desempenho em treinos”, revelou na premiação da revista inglesa. “No final da temporada eu me sentia melhor. Tivemos azar na primeira parte da temporada mas conseguimos pontos importantes no final”, completa Vettel, que emendou sequência de quatro vitórias entre os GPs de Cingapura e India.

AFP
Vettel é levantado por membros da Red Bull após heróico título em Interlagos: alemão rodou na primeira volta
Segundo o alemão, a maneira como se desenrolou a prova em Interlagos aumenta ainda mais os méritos de sua conquista. Na ocasião, Vettel largou mal e foi tocado por Bruno Senna ainda na primeira volta de Interlagos, rodando e indo para a última colocação.

Lidando com dano no escapamento e as falhas no alternador de seu carro que já tinha o tirado de duas provas no ano, Vettel conseguiu seguidas ultrapassagens e terminou a prova na sexta colocação, garantindo o tricampeonato.

“Quando acordei no Brasil no domingo eu não esperava que tantas coisas acontecessem. Não foi como planejei, mas acho que esta corrida resume a temporada”, avalia. “Foi muito difícil saber o dano que eu tinha sofrido, mas me toquei rápido de que eu tinha sobrevivido. Depois disso, tudo o que poderia acontecer, aconteceu”, conclui.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade