Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Whitmarsh agradece contribuição “crucial” de Norbert Haug à McLaren

Woking (Inglaterra)

A saída de Norbert Haug do cargo de diretor de competições da Mercedes foi recebida com surpresa dentro da Fórmula 1. Chefe da equipe McLaren, que teve uma parceria de sucesso com a montadora, Martin Whitmarsh agradeceu as contribuições do dirigente alemão e as considerou fundamentais para o sucesso da escuderia.

A McLaren utiliza motores feitos pela Mercedes desde 1995 e teve uma parceria com a montadora até 2010, quando a empresa alemã criou seu próprio time chefiado por Ross Brawn.

“Eu gostaria de aproveitar essa oportunidade para agradecer Norbert por toda a ajuda e apoio que ele ofereceu à McLaren durante os anos. O período quando a McLaren e a Mercedes-Benz se juntaram na Fórmula 1 no meio dos anos 1990 foi de prazer e sucesso, e a influência de Norbert foi crucial para isso”, disse Withmarsh à revista britânica Autosport.

Haug juntou-se à Mercedes no final de 1990. Nos 22 anos em que esteve na equipe, conquistou três títulos, quando a montadora ainda formava parceria com a McLaren – dois com Mika Hakkinen e um com Lewis Hamilton. Sua saída da empresa foi anunciada nesta quinta-feira em uma nota oficial.

AFP
Norbert Haug deixou a Mercedes após 22 anos à frente do departamento de competições da montadora

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade