Futebol/Mercado - ( )

Alvo do Timão, Gil diz que presidente do Valenciennes “vai ceder”

Uberlândia (MG)

Faz tempo que o Corinthians tem interesse na contratação de Gil. O zagueiro chegou a entrar em acordo com o clube no início do ano, mas o presidente do Valenciennes, Jean-Raymond Legrand, fez jogo duro e não o liberou para o Parque São Jorge.

Agora, o jogador de 25 anos está confiante em um desfecho positivo na negociação. “O presidente ficou em cima do muro. Mas, se conversar, ele vai ceder. Eu conversei com ele, expliquei minha situação”, comentou, em entrevista à rádio Bradesco Esportes.

A julgar pelas entrevistas concedidas por Legrand na França, o esforço de Gil para jogar no Timão não tem sido bem recebido. O dirigente lembrou que o atleta tem contrato até 2015 e disse julgar “complicado” que ele tenha “saudade do Brasil a cada seis meses”.

Empresariado por Carlos Leite, que tem boa relação com a diretoria do Corinthians, o beque não liga para as críticas do dirigente. De férias em Minas Gerais, ele espera uma resposta na primeira semana do próximo ano.

“Eu já queria voltar ao Brasil antes. Agora, com o título, o Corinthians mostra que tem um grupo forte, isso motiva ainda mais a insistir. É muito bom saber que o Corinthians está interessado, é um clube excelente”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade