Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( )

Antes do Mundial, Chelsea tenta evitar vexame na Liga dos Campeões

Londres (Inglaterra)

O time do Chelsea pode ir motivado ou desmotivado para o Japão, neste mês de dezembro, quando disputa o Mundial de Clubes da Fifa. Isto porque, nesta quarta-feira, a equipe tem que vencer o Nordsjaelland, em Stamford Bridge, e ainda torcer por um tropeço da Juventus, se quiser se classificar à próxima fase da Liga dos Campeões da Europa e continuar a defender o seu título.

E a missão dos Blues, que, às 17h45 (de Brasília), jogam contra o atual campeão da Dinamarca, não é tão fácil assim, já que o zagueiro John Terry e o atacante Daniel Sturridge, com contusão no joelho, e o meia Frank Lampard, com lesão na panturrilha, são desfalques para o técnico Rafa Benítez, mesmo estando próximos do retorno.

Já o zagueiro David Luiz, que retorna ao time após cumprir suspensão automática no último jogo, não deve ser relacionado pelo treinador espanhol, uma vez que está pendurado e poderia virar baixa nas oitavas de final. O volante Ramires é outro nesta mesma condição, devendo ser poupado da equipe londrina nesta quarta.

Benítez admitiu que a situação é difícil, mas afirmou que os seus comandados estão preparados para tudo. “Os jogadores estão preparados mentalmente e se preparando para a próxima fase”, assegurou o comandante, que também fez questão de elogiar o rival. “O Nordsjaelland é um time perigoso. Eles não têm o que perder e sempre jogam com a bola no chão”, analisou.

AFP
O técnico Rafael Benítez, garantiu que os jogadores estão preparados para a decisão desta quarta-feira
Para avançar à etapa seguinte, uma vitória contra os dinamarqueses, já eliminados da competição, é requisito. Além disto, os londrinos têm que torcer para que a Juve perca para o Shakhtar por qualquer placar. 

Do outro lado, só o fato de poder enfrentar o atual campeão da Europa na capital inglesa já é algo para ser comemorado. “Estão falando que nós estamos mortos, e enterrados. Mas não. Estamos aqui. Estou ansioso para ir ao Stamford Bridge”, revelou o técnico Kasper Hjulmand, que também pediu respeito aos Blues. “Não são ruins só porque estão em má fase”, finalizou.

Divulgação/Chelsea FC
O estádio Stamford Bridge, decisivo  na última temporada, pode ser palco de vexame antes do Mundial
Na Ucrânia: também às 17h45, mas na Arena Donbass, em Donetsk, Shakhtar Donetsk e Juventus se enfrentam pela liderança do Grupo E. Com dez pontos e na primeira colocação, os ucranianos querem, no mínimo, o empate, para fazer história na Liga dos Campeões da Europa. Já a Velha Senhora, com um tento a menos e na segunda posição, necessita da vitória.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade