Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Com discurso polido, Albiol tira peso de crise no Real Madrid

Madri (Espanha)

As polêmicas envolvendo José Mourinho, Pepe, Iker Casillas e Cristiano Ronaldo não são problemas para o Real Madrid. Pelo menos é esse o pensamento do zagueiro Raúl Albiol. Confiante no potencial da equipe para buscar títulos em 2013, o defensor negou que os episódios dos últimos dias estejam influenciando no rendimento do time.

Depois de Casillas ser barrado por Mourinho na derrota para o Málaga, a imprensa espanhola especulou que o camisa 1 não falaria há dois meses com o preparador de goleiros Silvino Louro. O choque pela opção de Mou em tirar o capitão da meta titular depois de dez anos se espalhou pelo mundo, mas Albiol garante que tudo foi superado.

“Com todo esse tempo como titular, é normal que o acontecido tenha surpreendido tanta gente, mas a polêmica feita em cima disso foi exagerada. Até Casillas pensa o mesmo. Temos que esquecer essas coisas que chegam de fora e trabalhar ao máximo para ganhar títulos em 2013. Foi uma circunstância pontual. O técnico tomou a decisão e ponto. Seguiremos treinando e devemos estar unidos. Todos queremos o melhor para o clube”, afirmou o camisa 18 ao Marca.

AFP
Albiol (centro) garantiu tratamento justo com estrangeiros e negou crise após Casillas ser barrado por Mou
O zagueiro também comentou sobre as declarações de Pepe sobre uma suposta perseguição da imprensa espanhola contra os portugueses do Real. Segundo o luso-brasileiro, jogadores como Fabio Coentrão são criticados por sua nacionalidade e por terem sido indicados por Mourinho.

Na última quinta-feira, no entanto, Albiol negou que haja tratamento diferente com os atletas de Portugal: “Não sei a quem o Pepe se referiu, mas asseguro que não era para nós. Aqui tratamos portugueses, espanhóis e brasileiros da mesma mandeira.”

Outro português que tem agitado os bastidores merengues é Cristiano Ronaldo. Após ver o Barcelona renovar e aumentar os salários de Lionel Messi, CR7 já teria garantido a seus representantes que não aceitará uma possível oferta do Real. Além disso, o nome do atacante voltou a ganhar força por um retorno ao Manchester United.

“Não sei se ele vai renovar ou não, mas Cristiano Ronaldo é o melhor jogador do mundo e nós sabemos que tê-lo ao nosso lado por mais tempo seria bem melhor”, elogiou o zagueiro espanhol, tentando erguer o moral abalado do companheiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade