Futebol Internacional/Bastidores - ( - Atualizado )

Falcao Garcia é condecorado por polícia colombiana

Bogotá (Colômbia)

Artilheiro no Atlético de Madrid e objeto de cobiça de vários grandes clubes europeus, Radamel Falcao Garcia recebeu um prêmio nesta quarta-feira, em seu país natal, a Colômbia. O atacante, autor de 25 gols (cinco deles com a seleção nacional) na temporada, foi condecorado com a medalha do “mérito cidadão”, dada pela polícia colombiana, na capital Bogotá.

Garoto propaganda da corporação no país sul-americano e neto de um ex-policial, Falcao demonstrou orgulho pelo reconhecimento. “Temos grandes talentos e uma capacaidade humana imensa que hoje o mundo está começando a conhecer por diferentes expoentes que temos ao redor do mundo”, discursou o atacante, após receber a medalha em forma de estrela.

AFP
Destaque na Europa, Falcao Garcia recebeu medalha da polícia colombiana por ser exemplo de cidadão

O general José Roberto León Riaño, que colocou o prêmio no pescoço do jogador, destacou a importância em ter um ídolo como Falcao Garcia. “Realmente é um grande embaixador de nosso país no exterior. Uma pessoa simples, sensível. Um cidadão exemplar, um jovem que constitue um grande exemplo para as gerações futuras, tanto no plano pessoal como no esportivo”, elogiou.

Artilheiro do vice-líder do Campeonato Espanhol  são 17 gols no nacional e mais três na Supercopa da Europa – no ano, Falcao sofreu assédio de grandes clubes da Europa, como o Chelsea, vítima justamente na Supercopa. Jose Luis Caminero, diretor esportivo do Atlético de Madrid, revelou que o clube fez "esforços títânicos" para manter o goleador no Vicente Calderón.

"Nessas horas, é difícil para manter um jogador do nível dele. Nós agradecemos a ele. Todos nos beneficiamos com a permanência dele e estamos felizes em ter um dos melhores jogadores do mundo no clube", contou ao portal britânico Goal.com.

Recentemente, o atacante já havia sido apontado pela imprensa local como o principal esportista do país, ao lado da medalhista de ouro olímpica no ciclismo, Mariana Pajón.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade