Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Hulk aparenta insatisfação no Zenit: “Não fui recebido como deveria"

São Paulo (SP)

O brasileiro Hulk já viveu dias melhores na Europa. Ídolo do Porto, o jogador foi negociado com o Zenit, da Rússia, sem ter recebido maiores explicações da diretoria lusitana. Envolto em polêmicas no clube de São Petersburgo, o atleta admitiu nesta sexta-feira que não encontrou boa receptividade dos torcedores e do próprio elenco após sua negociação.

“Faltou entrosamento. O ambiente ficou um pouco tumultuado porque não fui recebido como deveria. Isso prejudicou bastante”, declarou o jogador, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo. A insatisfação de Hulk ficou evidente após a eliminação do clube Champions. O atleta foi substituído ao longo da partida e se negou a cumprimentar o treinador de sua própria equipe.

No banco de reservas, o atacante foi flagrado pelas câmeras de televisão fazendo sinais de que sua paciência havia acabado. Estes episódios, porém, ficaram no passado para o brasileiro. “Foi uma reclamação normal de jogo. Estava de cabeça quente por causa das substituições, entre outros motivos. Isso também já está superado”, completou.

AFP
A insatisfação do grupo de jogadores do Zenit com o brasileiro Hulk prejudicou a equipe nesta temporada
Vítima de uma rixa interna logo após a sua contratação, Hulk causou problemas no elenco por receber um salário muito acima do que é pago aos jogadores que nasceram na Rússia ou foram formados pelo Zenit. A torcida também se revoltou com a preferência dada a um estrangeiro e chegou a colocar uma bomba caseira nos vestiários da equipe com fotos do brasileiro espalhadas pelo chão.

Sem se importar com o que acontece fora de campo, o atacante espera continuar com uma boa sequência no campeonato local para convencer Luiz Felipe Scolari de que Mano Menezes estava certo em apostar na sua convocação para a Seleção Brasileira. “Não tenho precoupações, apenas expectativa. A gente nunca sabe o que vai mudar. Estou fazendo um bom trabalho no meu clube, vinha como titular da Seleção e espero continuar ajudando”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade