Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Insatisfeito, Hulk afirma que pode deixar Zenit em janeiro

São Petersburgo (Rússia)

Contratado pelo Zenit por 55 milhões de euros (cerca de R$ 151,4 milhões), o atacante Hulk pode estar com os dias contados na equipe russa. Substituído durante o segundo tempo na vitória por 1 a 0 sobre o Milan, nesta terça-feira, em partida válida pela Liga dos Campeões, o atleta brasileiro demonstrou insatisfação com a opção feita pelo treinador Luciano Spalletti e ameaçou deixar o time.

“Se o clube não resolve a situação com o técnico, posso partir em janeiro. Hoje em dia tudo é possível", disse Hulk.

No duelo com a equipe italiana, o brasileiro realizou atuação discreta enquanto esteve em campo, recebeu um cartão amarelo e ofereceu pouco perigo ao goleiro Abbiati. Aos 35 minutos da etapa complementar, Hulk deu lugar ao meio-campista Konstantin Zyryanov e reclamou com Spalletti no banco de reservas. No entanto, o treinador italiano mostrou minimizou a insatisfação do brasileiro.

“Ele pode dizer o que quiser. Decidi que ele ia sair porque não estava satisfeito com a sua exibição. É o meu trabalho. Ele diz que pode partir? Não posso fazer nada sobre isso”, afirmou Spalletti.

Anteriormente, o atacante brasileiro já havia tido problemas de relacionamento dentro do elenco do clube de São Petersburgo. Capitão da equipe, o meio-campista Igor Denisov chegou a ser afastado do time por criticar o salário de Hulk.

AFP
Apesar de atuação discreta diante do Milan, Hulk não gostou de ser substituído por Spalletti

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade