Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Málaga recorrerá após ser excluído de todas as competições da Uefa

Málaga (Espanha)

A diretoria do Málaga já manifestou o seu descontentamento com a exclusão da equipe das próximas quatro edições da Liga dos Campeões e da Liga Europa. Irritados com a punição sofrida com base nas leis do Fair Play Financeiro, os dirigentes prometeram recorrer da decisão tomada pela entidade na última sexta-feira.

“Estamos chocados e não entendemos a razão para este ataque excessivo ao Málaga, mas vamos para o TAS, já que estamos convencidos de que este processo irá confirmar que temos feito tudo de uma maneira correta”, declarou o diretor-geral do time espanhol, Vicente Casado.

O Málaga terá até o dia 31 de março para apresentar à Uefa um certificado que comprove o pagamento de todas as suas dívidas. As pendências do clube giram em torno de atrasos salariais dos funcionários, descumprimento no pagamento de impostos e negligência em acordos com outras equipes.

O time foi comprado recentemente pelo xeque Abdullah Al Thani e deve buscar investimentos na área petrolífera para entrar na legalidade novamente. Como a Liga dos Campeões deste ano já está em andamento, o Málaga não sofreu punições na competição atual e jogará normalmente as oitavas de final contra o Porto.

“Temos até 31 de março para recorrer e estamos preparando todos os argumentos que possam revogar a decisão tomada pela Uefa. O proprietário está indignado comesta punição, mas vai continuar lutando para que o projeto siga em frente”, completou Cansado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade