Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Mourinho descarta saída e garante ter apoio do elenco do Real Madrid

Madri (Espanha)

A derrota sofrida por 3 a 2 pelo Real Madrid para o Málaga, neste sábado, não bastou para abalar o discurso de José Mourinho. Em entrevista após a partida, o treinador do clube madrilenho negou qualquer intenção de pedir demissão, mesmo com a má campanha da equipe no Campeonato Espanhol – o Real é o terceiro colocado, com 33 pontos, 13 a menos do que o líder Barça.

“Nem penso na hipótese de renunciar e não temo pelo meu posto. Não sou uma criança, nem estou no futebol há dois dias”, disse Mourinho.

Na partida deste sábado, o técnico optou por deixar o goleiro titular Iker Casillas no banco de reservas, dando lugar a Adán. Algo que Mourinho classificou como uma decisão técnica, negando os rumores que persistem há meses de que ele teria perdido o apoio dos atletas do Real.

“Na minha opinião, Adán está melhor do que Iker. Como quem decide sou eu, com a ajuda dos meus assistentes, optamos por ele. Quando perceber que os jogadores não querem mais trabalhar conosco, não vou insistir em uma luta perdida”, garantiu.

Na próxima rodada, marcada para o dia 6 de janeiro, José Mourinho e seus comandados encaram o Real Sociedad, sétimo colocado dentro de casa.

AFP
Mourinho durante a partida contra o Málaga; treinador negou que tenha perdido o apoio do elenco do Real

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade