Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Conversa de Sergio Soares com Iraque deixa presidente do Avaí pasmo

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Sergio Soares garante ter avisado à diretoria do Avaí que a qualquer momento poderia receber um convite da seleção do Iraque a partir de 2013. Ao ser questionado sobre quais ações a cúpula catarinense iria tomar, no entanto, o presidente João Zunino se mostrou espantado e relutou a acreditar na informação.

As especulações sobre o interesse iraquiano em contar com o trabalho do treinador brasileiro começaram após as conversas com o argentino Diego Maradona serem desmentidas. Sem comando desde a saída de Zico, que alegou problemas no cumprimento de contrato por parte dos asiáticos, o Iraque conta com o preparador físico Moraci Santana, ex-Seleção Brasileira.

Em entrevista à GazetaEsportiva.net, Sergio Soares confirmou o contato com os iraquianos e, prometendo ouvir os conselhos do Galinho de Quintino, se mostrou pronto para encarar o desafio, principalmente pela possibilidade de dirigir uma seleção na Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil.

“Isso procede, sim. Tem um contato. Houve interesse porque o Zico não vai voltar. Moraci está lá e mediou toda essa conversa. Joguei dois anos e meio no Oriente Médio e sei das dificuldades que o Zico colocou. Mas a possibilidade de comandar um seleção e leva-la à Copa no Brasil deixa a gente muito feliz por esse interesse. Também não posso descartar o que uma pessoa como o Zico falou”, revelou o técnico.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Com respeito ao Avaí, Sergio Soares já projeta trabalho à frente da seleção iraquiana
Mostrando interesse na oportunidade internacional, Soares deixou claro que já avisou a diretoria do Avaí e promete conversar com os catarinenses assim que um convite oficial chegar. Recém-demitido do Cerezo Osaka-JAP, o treinador garante que, se o negócio for fechado, não terá problemas para classificar o Iraque no grupo B das Eliminatórias Asiáticas, em briga equilibrada contra Austrália e Omã.

“Os jogos das Eliminatórias só acontecerão no meio do ano. Eu estava no Japão, que está na mesma chave do Iraque, e acabei acompanhando alguns jogos, conheço todos os adversários. Estou acertado com o Avaí e já falei com um diretor que existia essa possibilidade. Vamos ver os benefícios e os malefícios. Tenho contrato com o Avaí e tenho que conversar com eles primeiro, preciso falar com os diretores para depois ver o que farei”, ressaltou.

Logo em seguida, a reportagem da GE.net entrou em contato com o presidente do clube, João Zunino e o mandatário ficou perplexo com a informação, já que Soares é esperado para a reapresentação do elenco no dia 2 de janeiro. “Não sabia de nada (pausa). Não tenho a menor ideia do que nós vamos fazer, mas pelo que conheço dele, eu acredito que ele falaria com a gente antes de se permitir falar de uma coisa desse porte. Não tenho nenhuma opinião”, sentenciou, incrédulo, o dirigente azurra.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade