Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dirigente do Cruzeiro lamenta "cifras" para tirar Emerson do Coxa

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, afirmou nesta segunda-feira, que o clube trabalha com a possibilidade de contratar mais dois ou três jogadores para fechar o grupo que inicia em janeiro, a pré-temporada, visando às competições de 2013. Um nome que vem sendo ventilado na Toca da Raposa é o do zagueiro Emerson, que defende o Coritiba, mas o dirigente celeste acha complicado um acerto.

“O Emerson é um jogador supervalorizado pelo Coritiba. É difícil fazer negócio, é um jogador que já esteve na Seleção Brasileira, e é realmente um dos destaques como zagueiro do futebol brasileiro, mas acho muito difícil pelas cifras”, declarou Valdir Barbosa, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Valdir Barbosa afirmou que o presidente Gilvan Tavares já autorizou a diretoria a trabalhar em cima de nomes de ponta para reforçar a equipe. O dirigente, porém, deixa claro que é intenção do clube é contar com jogadores de destaque, mas frisa que tem que ser dentro da realidade do futebol brasileiro, e que o Cruzeiro não vai fazer loucuras.

Divulgação/Coritiba F.C.
Além de seguro na defesa, zagueiro Emerson (dir) terminou a temporada como um dos artilheiros do Coritiba
“O presidente Gilvan está disposto a montar uma grande equipe. Ele está querendo trazer grandes nomes para o Cruzeiro. Estamos tendo dificuldades, porque grandes nomes não significa você fazer uma coisa estratosférica, tem que ser dentro de uma realidade ou um pouco acima da realidade do futebol brasileiro. Ele já deu sinal verde para que a diretoria trabalhe em cima destes nomes”, disse.

O gerente de futebol celeste revela em quais posições o Cruzeiro busca reforços. “Nós teríamos que ter um zagueiro de ponta, mas um outro zagueiro para composição de grupo, um bom zagueiro, e talvez mais um jogador que atuasse como segundo volante, com altura e com boa saída de bola”, afirmou Valdir Barbosa, que não pensa em contratações para o ataque e busca a renovação com Wallyson.

“Nosso ataque está praticamente completo, a não ser que surja uma coisa de ocasião. Dificilmente você vai encontrar um ataque melhor que o do Cruzeiro no futebol brasileiro. Então não estamos longe de ter uma boa equipe, e só ter um pouquinho de calma para encontrar estes dois, três jogadores que precisamos”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade